quarta-feira, 4 de março de 2015

Hoje eu vi "Clown"

Kent é um corretor de imóveis que encontra uma fantasia de palhaço em uma das casas que ele está comercializando, atrasado para o aniversario de seu filho de 6 anos e precisando urgente de um palhaço, ele acaba vestindo a roupa. Tudo ocorre muito bem, ele diverte as crianças e a festa sai como esperado, porém após a festa Kent não consegue tirar a roupa de palhaço, ele tenta cortar, rasgar, mas não consegue. Com o passar dos dias a fantasia vai mudando ele e ficando cada vez mais difícil de remover, agora ele deve descobrir a origem dessa peça para saber como remove-la.
Admito que inicialmente o filme não tinha me chamado muita atenção, mas quando vi o nome de Eli Roth como produtor pensei em ver e realmente fiquei surpreendida. O filme trás de volta o terror com palhaços que décadas esquecido, o gênero até recebeu algumas tentativas de volta, mas todas com fracasso, porém essa é digna como retorno dos palhaços para o terror.
Apesar de inicialmente a ideia do filme parecer boba, onde um homem não consegue remover uma fantasia de palhaço, com o passar do filme a situação vai ficando tensa, principalmente quando deparamos com a morte de uma criança explicita na tela, coisa que não é qualquer filme de terror que faz. O final do filme sugere uma continuação, que na minha opinião seria mais que justo, acho que da pra explorar muito nessa historia ainda.
beijos